Saltar para o corpo principal da página

Site oficial da liga moçambicana de futebol

2018-10-23

Académicos puxam operários para zona perigosa

Ao derrotar o 1o de Maio de Quelimane, no duelo de aflitos da 28ª jornada, a UP de Manica atirou petróleo na acesa luta pela manutenção, a duas jornadas do término do Moçambola. Ferroviário e Desportivo, ambos de Nacala, espreitam a zona de risco.

<i>Académicos</i> puxam <i>operários</i> para zona perigosa

Para além da natural luta pelo título, a 28ª jornada também ofereceu uma atração no que à luta pela permanência diz respeito. Trata-se do embate de Gondola, envolvendo as formações da UP de Manica e do 1º De Maio de Quelimane, que teve influência directa nas contas da manutenção.

Ao 1º De Maio de Quelimane a vitória era obrigatória para que a distância da zona do perigo fosse uma realidade. Aos donos de casa, por sua vez, os três pontos eram indispensáveis para que o sonho da manutenção não se transformasse, em largos 90 minutos, em pesadelo. 30 pontos de um lado, 27 do dos anfitriões e um apito inicial.

O equilíbrio era a nota dominante até no minuto 38, o exacto instante em que Félix abriu as hostilidades para a turma da casa, desatando a alegria nas bancadas. Estava feito o 1 a 0 com que se foi ao intervalo.

Na segunda metade, “mais do mesmo”. Os operários correram atrás do prejuízo e, apesar da desvantagem no marcador, equilibraram o confronto tal como período inicial da primeira metade. Porém, a oito minutos dos 90, o infortúnio bateu na porta dos visitantes: expulsão de Agenor e uma grande penalidade em contra.

E foi na sequência deste lance que Félix bisou no encontro, assegurando assim os três que mantêm os académicos vivos na luta pela manutenção. Com 30 pontos, alcançaram o 1º De Maio de Quelimane. Estes dois conjuntos, mais o Sporting de Nampula, com 19, ornamentam a perigosa zona de despromoção.

HÁ MAIS EQUIPAS NA ZONA DE RISCO

Está longe de ser conhecida a sentença das restantes duas equipas que cortejarão o Sporting de Nampula para o Campeonato Nacional da Divisão de Honra. Apenas um ponto separa a dupla UP de Manica - 1º De Maio de Quelimane do Ferroviário de Nacala, 14º e 15º na tabela classificativa, respectivamente, do Ferroviário de Nacala, 13º, que nesta jornada perdeu diante da Liga Desportiva de Maputo, na Matola C, por 1 a 0.

Apesar de se ter livrado da zona da despromoção, ao bater o Maxaquene por 1 a 0, o Desportivo de Nacala soma para já 33 pontos, distando-se a três da zona da queda. No entanto, os canarinhos têm uma chance de marcar o passo esta quarta-feira, 24 de Outubro, visto que defrontam o Ferroviário de Beira em confronto de acerto de calendário da jornada 25.