Saltar para o corpo principal da página

Site oficial da liga moçambicana de futebol

2019-05-13

À 4ª jornada: Costa do Sol cumpre e goleia!

Sem meias medidas, o Costa do Sol fez valer o seu favoritismo este domingo, 12 de Maio, ao atropelar o Ferroviário de Nacala em desafio da 4ª jornada do Moçambola2019. O canário continua imbatível.

À 4ª jornada: Costa do Sol cumpre e goleia!

Visto o jogo, o resultado até parece enganador por aquilo que as duas equipas produziram no campo do Costa do Sol. Sobretudo por aquilo que o Ferroviário de Nacala produziu na etapa inicial.

Foram, porém, necessários 32 minutos para o público da equipa da casa gritar o golo. Pela primeira vez no encontro.

Uma má abordagem de uma “segunda bola” por parte do Ferroviário de Nacala, na sequência de um pontapé de canto, permitiu uma recuperação de bola e um sucessivo cruzamento para Eva Nga que dentro da grande área atirou certeiro para o fundo das malhas, depois de, num belo gesto, ter tirado um defesa contrário.

No entanto, a festa anunciada do canário durou apenas oito minutos. Ou seja, até quando Ndazione agradeceu, como quis, a permissividade da defesa que o deixou livre e solto, na zona da marca de grande penalidade, para restabelecer a igualdade no marcador.

Sem desarmar um minuto sequer, o Costa do Sol andou obstinado à busca de mais um tento. Tentou por terra, ar e mar, tendo apenas conseguido a dois minutos do intervalo.

À semelhança do primeiro lance, uma má abordagem na hora de aliviar o esférico fez com que Stephen, à entrada da grande área, desferisse um remate muito bem colocado que alterou o resultado, para 2 a 1.

Só deu Costa do Sol na etapa complementar

Sim. Na segunda metade do jogo só existiu uma e única equipa em campo. Costa do Sol. Mas foi de grande penalidade a castigar uma falta sobre Eva Nga que os canarinhos chegaram ao 3 a 1. O golo foi anotado pela própria vítima, no minuto 53.

Aos 70, o conjunto orientado por Horácio Gonçalves chegou ao quarto e último golo, numa jogada rápida de ataque. O guarda-redes Victor repôs a bola directamente para Chawa, que de cabeça toca para isolar Stephen. Sem ângulo e de calcanhar, o liberiano devolveu o esférico para o malawiano remata a fixar a goleada em 4 a 1, para o Costa do Sol.