Saltar para o corpo principal da página

Site oficial da liga moçambicana de futebol

2018-10-02

UD de Songo e Ferroviário da Beira em desafio de duas caras!

Depois do interregno, as fortes emoções do Moçambola-2018 regressam este fim-de-semana para a jornada 27. A União Desportiva de Songo vai a Beira defrontar o Ferroviário local, numa partida em que os dois conjuntos perseguem objectivos antagónicos.

UD de Songo e Ferroviário da Beira em desafio de duas caras!

Domingo, 7 de Outubro, às 15 horas no Caldeirão do Chiveve. Estão assim definidos o dia, a hora e o local do jogo entre as formações do Ferroviário da Beira e da União Desportiva de Songo, para a jornada 27 do Moçambola, edição do ano 2018.

Os dois emblemas, campeões nacionais em 2016 (Ferroviário) e 2017 (UD de Songo), perseguem, nos dias de hoje, objectivos completamente antagônicos no Moçambola. No entanto, a motivação das duas colectividades é o ponto em comum e de equilíbrio para este confronto, a olhar pelos últimos resultados de ambos.

É que, por um lado, a UDS – a líder da competição – empatou fora de portas contra a Liga Desportiva de Maputo, a um golo, aumentando assim para quatro a diferença pontual para com o segundo classificado, o Ferroviário de Maputo.

Já o Ferroviário da Beira, que por sua vez luta pela manutenção, vem de um vitória fora de portas sobre a mesma LDM no pretérito fim-de-semana, por 2 a 0, tendo por isso garantido o apuramento para a final da Taça Moçambique.

CONFRONTO DIRECTO? FERROVIÁRIO DA BEIRA COM VANTAGEM MÍNIMA

O Ferroviário da Beira e a UD de Songo protagonizaram, em Outubro de 2016, uma importante – talvez a mais importante entre os dois emblemas – partida, que em toda a regra foi decisiva para o título do Moçambola daquele ano. A locomotiva do Chiveve, na altura treinada por Aleixo Fumo, foi a Songo derrotar, à tangente, a turma de Artur Semedo para conquistar, como efeito, o campeonato daquele ano.

De todo, a partida do próximo domingo, 7 de Outubro, será a 21ª entre as duas colectividades para competições oficiais. A 20ª para o Campeonato Nacional de Futebol.

Do registo histórico para o Moçambola, o Ferroviário da Beira leva uma ligeira vantagem por ter vencido em sete desafios , contra seis da UD de Songo. Contudo empataram em seis ocasiões.

Mas se no confronto directo a locomotiva leva vantagem nas vitórias, a UDS, por sua vez, tem mais golos marcados neste duelo. Um saldo positivo de dois golos: 18 marcados contra 16 sofridos.

No que às partidas no Chiveve diz respeito, palco do próximo confronto, dos nove encontros havidos, a turma da casa só perdeu uma vez, em Maio de 2010, para a jornada 7 do Moçambola. Todavia Venceu em seis ocasiões, tendo empatado em duas.