Saltar para o corpo principal da página

Site oficial da liga moçambicana de futebol

2018-11-04

Sporting e os acompanhantes de luxo para Segunda Divisão

A derradeira jornada do Moçambola, edição do ano 2018, deu a conhecer as duas equipas que aliadas ao Sporting de Nampula completam o trio de despromovidos. Trata-se da UP de Manica e do 1º de Maio de Quelimane. Conheça os seus substitutos na prova máxima.

Sporting e os acompanhantes de luxo para Segunda Divisão

Foi com vitória que a UP de Manica terminou a sua participação no Moçambola, ao derrotar em casa, por 2 a 1, o já despromovido Sporting de Nampula.

Apesar da classe empregada para alcançarem o triunfo, aos académicos de nada valeram três pontos conquistados em Gondola, tendo por isso seguido o mesmo caminho do da equipa derrotada. Para a Segunda Divisão.

Aliás, a UP de Manica passou a somar 34 pontos, que tão poucos chegaram a ser colocados nas matemáticas do desempate com o Ferroviário de Nacala, este último que forçou um empate sem abertura de contagem em Chibuto, diante do clube local, alcançado os 35 pontos que asseguravam a sua manutenção na prova máxima.

As notícias do outro despromovido chegaram-nos da capital do País, onde o 1º De Maio de Quelimane não foi para além de um empate, de dois golos, no confronto contra o Costa do Sol, também para a trigésima jornada. Com este ponto conquistado, os operários passaram a somar 32 pontos, garantindo, assim, uma ida segura para o Campeonato Nacional da Divisão de Honra a nível da zona Centro.

De referir que, para ocupar os lugares deixados vagos pelo Sporting de Nampula (20), 1º De Maio de Quelimane (32) e a UP de Manica (34), estão referenciados o Baía de Pemba (pela zona Norte), o Têxtil de Púnguè (pela zona Centro) e Associação Desportiva de Macuacua (pela zona Sul).