Saltar para o corpo principal da página

Site oficial da liga moçambicana de futebol

2018-09-24

Reviravolta épica mantém UDS no topo!

A líder União Desportiva de Songo recebeu e derrotou, domingo último (23 de Setembro), em casa, o Textáfrica de Chimoio em partida da 26ª jornada do Moçambola-2018. O Ferroviário de Maputo, por sua vez, mantém-se na perseguição ao líder.

Reviravolta épica mantém UDS no topo!

Épica. É tal como se pode catalogar a reviravolta protagonizada pela União Desportiva de Songo no relvado do 27 de Novembro, durante a recepção ao Textáfrica de Chimoio. É que a turma da casa, líder isolada da prova, entrou – como sói dizer-se – neste confronto a perder, em virtude do tento madrugador de Osvaldo, quando o cronómetro transcorria o minuto nove da partida.

Uma vantagem que resto durou 31 minutos, ou seja, até ao momento em que, Mário Sinamunda, tratou de colocar o marcador no ponto de equilíbrio. Estavam jogados 40 minutos. E foi na etapa complementar que os campeões nacionais em título procuraram e alcançaram o triunfo, precipitando os festejos nas bancadas.

Amadou, que entrou no minuto 60 a substituir Mustafá, precisou de apenas 10 minutos no campo para completar a reviravolta. Anotou o 2 a 1 final, resultado que mantém a UDS no topo da tabela classificativa com 53 pontos.

Já o segundo classificado, o Ferroviário de Maputo, não perdeu para a corrida e mantém acesa a luta pelo título, apesar de estar com um jogo a menos em relação à turma que lidera a competição, a União Desportiva de Songo.

A locomotiva da capital recebeu o Ferroviário de Nampula e venceu por 2 a 0. Marcou Liberty logo aos 5 minutos e, aos 10, ainda da primeira parte, Diogo reencontrou o caminho dos golos anotando o tento que encerrou as contas no marcador.

Um resultado que coloca o Ferroviário de Maputo ainda na luta pelo título, todavia com 50 pontos e um jogo a menos em relação à União Desportiva de Songo.

Liga Desportiva bate Chibuto e Costa do Sol respira de alivio

Ainda nesta ronda, a Liga Desportiva de Maputo aproveitou o desaire dos Axinenes para se descolar e se isolar no terceiro posto da tabela classificativa com um total de 44 pontos. Na Matola C, os treinados por Akil Marcelino bateram o Clube de Chibuto por 2 a 0, com golos de Daínho, aos 12 minutos e Telinho a 13 do fim da partida. Os guerreiros de Gaza, com 37 pontos, ocupam, ao fim desta jornada, a 37ª posição da tabela classificativa.

Já no sábado, 22 de Setembro, o Costa do Sol recebeu e derrotou, com um resultado à tangente, o Ferroviário de Nacala no jogo que marcou abertura da ronda. O único tento da partida foi apontado por Shawa, quando transcorridos 16 minutos do jogo.

Com este resultado, o Costa do Sol marcou passo da zona incómoda. É agora o oitavo classificado do Moçambola, com um total de 34 pontos. O Ferroviário de Nacala, com menos quatro pontos em relacção ao clube canarinho, está na preocupante 12ª posição da tabela classificativa.