Saltar para o corpo principal da página

Site oficial da liga moçambicana de futebol

2018-09-13

Para 2019: LMF discute modelo competitivo com jornalistas e treinadores

A direcção executiva da LMF-Liga Moçambicana de Futebol manteve um encontro esta quarta-feira, 12 de Setembro, em Maputo, com os jornalistas, comentadores desportivos e treinadores de futebol, com o propósito de discutirem o modelo competitivo.

Para 2019: LMF discute modelo competitivo com jornalistas e treinadores

Neste encontro, havido na sede da Federação Moçambicana de Futebol, os presentes discutiram abertamente sobre o figurino desejável do Moçambola do próximo ano, tendo as partes presentes, em consenso, assumido ser urgente encontrar-se um modelo competitivo que responda à actual conjuntura económica, financeira e até geográfica do nosso País.

Aliás, a direcção executiva da LMF defendeu a necessidade de se organizar um Moçambola financeiramente sustentável, tendo em linha de conta o cabimento orçamental disponibilizado pelos patrocinadores.

Os jornalistas, comentadores desportivos e até os treinadores de futebol, por sua vez, não só concordaram com esta posição, como também destacaram a necessidade de se proteger a competitividade da prova e a sempre presente verdade desportiva. Ou seja, a necessidade de se implementar um figurino sustentável no qual todos os competidores partem em igualdade de circunstâncias e sem nenhum factor de desgaste.

Já no discurso que marcou o encerramento deste evento, o presidente da LMF, Ananias Couana, assegurou que este tipo de encontros, com o propósito de auscultar entidades e individualidades desportivas nacionais, irá continuar nos próximos dias, sempre com o propósito de buscar uma solução viável para o Moçambola.

Aliás, Ananias Couana tornou público que a entidade que lidera voltará a reunir os seus associados na próxima quarta-feira,19 de Setembro, para um encontro decisivo a respeito do novo figurino do Moçambola.

“É nosso desejo que o figurino do Moçambola do próximo ano seja conhecido dentro de dias, concretamente antes do término da presente edição do Campeonato Nacional de Futebol”, assegurou Ananias Couana, presidente da Liga Moçambicana de Futebol.