Saltar para o corpo principal da página

Site oficial da liga moçambicana de futebol

2018-09-17

À 25ª jornada: UDS divide liderança com o Ferroviário de Maputo

A União Desportiva de Songo (UDS) empatou domingo último, 16 de Agosto, diante do Ferroviário de Nacala e aproveitou o desaire do Ferroviário de Maputo, na Matola C, para ascender ao topo da tabela classificativa – agora partilhada.

À 25ª jornada: UDS divide liderança com o Ferroviário de Maputo

Foi sem abertura de contagem que a vigente campeão nacional, a UDS, empatou diante da turma locomotiva de Nacala, na sempre dura deslocação ao piso sintético da Bela Vista. Apesar da igualdade registada ao fim dos 90 minutos, o ponto conquistado pelos hidroelétricos mostrou-se bastante precioso, na medida em que alcançou o Ferroviário de Maputo na liderança do Moçambola com um total de 47 pontos.

Para todos os efeitos, a UDS conta com uma partida a menos em relação ao Ferroviário de Maputo.

É que na tarde de sábado, 15 de Agosto, na Matola C, o Ferroviário de Maputo saiu derrotada no derby diante da Liga Desportiva de Maputo (LDM), também em partida da 25ª jornada. O tento da equipa caseira foi apontado por Telinho, à passagem do minuto 39 do jogo. A LDM isolou-se, por isso, na última posição do pódio, com 41 pontos.

Num outro encontro importante para a corrida do título, o Maxaquene foi a casa do Clube de Chibuto conquistar os três pontos, mercê de uma vitória por 2 a 1. Houve reviravolta neste encontro.

Luta pela manutenção bastante renhida

Se no topo as coisas estão renhidas, com a UDS e o Ferroviário de Maputo a dividirem o pódio, ambas com 47 pontos, para a manutenção as coisas estão também aquecidas.

No confronto das duas equipas que iluminam a zona de despromoção, o penúltimo classificado, o 1o de Maio de Quelimane, levou de vencida o Sporting de Nampula, último na tabela classificativa, por 3 a 2. A turma leonina até esteve a vencer por 1 a 0, mas viu a turma dos operários a dar a cambalhota no marcador, chegando a vencer por 3 a 1. Com esta vitória por 3 a 2, o 1º de Maio de Quelimane manteve viva a luta pela permanência, passando a somar 26 pontos na 15ª posição, mais 10 do que a equipa que saiu derrotada, o lanterna vermelha.

Na 14ª posição, ou seja, a liderar a zona da despromoção, está o Ferroviário da Beira, com 26 pontos, que viu a sua partida deste fim-de-semana, diante do Desportivo de Nacala, adiada por questões logísticas e para uma data a anunciar.

A turma da UP de Manica goleou, por 3 a 0, o Textáfrica no derby de Chimoio, um resultado avolumado que coloca a equipa dos universitários na 13ª posição, ou seja, a um ponto da zona de recessão.

O Incomáti de Xinavane, por sua vez, viajou a Vilankulo para arrancar os três pontos ao ENH local, na outra partida preponderante para as contas da manutenção. Com o 2 a 0 no marcador, a turma da província de Maputo passou a somar 29 pontos na 11ª posição, enquanto o ENH, nono classificado, mantém-se com 31 pontos, os mesmos do Costa do Sol que, nesta ronda, não foi para além de um empate sem abertura de contagem diante do Ferroviário de Nampula, no Estádio 25 de junho.